Um grupo de cientistas da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, criou um chiclete que diminui a transmissão do coronavírus.

De acordo com os profissionais, o produto diminui a transmissão pela fala, tosse e respiração.
Os resultados da pesquisa foram publicados no jornal científico Molecular Therapy.


No estudo, pacientes com covid-19 mascaram a goma, que tinha cópias da proteína ACE2. Essa enzima atua como um receptor e pode reter a entrada do coronavírus no corpo.


Após análise da saliva dos pacientes, os cientistas descobriram que as partículas do coronavírus grudaram no chiclete e chegou a diminuir em 95% a carga viral.

O ato de mastigar, segundo a equipe, não danificou as moléculas da proteína.
O chiclete contra a covid tem o mesmo sabor de um produto normal e pode ficar armazenada por anos.

Deixe seu Comentário